Blog

Homens procuram menos os serviços de saúde e vivem em média seis anos menos que as mulheres

1 de agosto de 2013 - Por:

47No Brasil os homens não têm o hábito de realizar consultas e exames preventivos, cultura que deve ser mudada com urgência. Desculpas como falta de tempo ou medo de descobrir doenças podem levar a diagnósticos tardios e minimizar as chances de cura ou o controle da enfermidade. Segundo dados da secretaria de estado da saúde os homens vivem em média seis anos menos que as mulheres. Além disso, apontam que a cada cinco mortes de pessoas com faixa etária entre 20 e 39 anos quatro são do sexo masculino. Sendo que os homens são mais suscetíveis a mortes por causas externas como a violência e os acidentes de trânsito, seguida por doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol e pressão alta.

A fim de conscientizar a população masculina sobre a importância de cuidar da saúde, o Instituto Humanista de Desenvolvimento Social (Humsol), desenvolve em parceria a Campanha Agosto Azul em todo o estado. As ações desenvolvidas pelo Instituto foram criadas a partir das políticas públicas de saúde para o homem, lei nº 17.099. A presidente da ONG, Tania Mary Gomes, ressalta que é preciso mobilizar para despertar nas crianças uma cultura na qual é preciso cuidar da sua saúde, além disso, colabora com a conscientização de toda a família. “Agosto é o mês dos pais e o melhor presente é a saúde. Acredito que o terceiro setor tem grande poder de mobilização, por isso é nosso papel auxiliar o poder público a impulsionar a campanha Agosto Azul”.

Durante o Agosto Azul 2013 o Instituto Humsol participará de diversas ações entre elas a III Caminhada da Obesidade e Diabete, que ocorrerá no dia 18 de agosto, do Hospital São Lucas, apresentações de danças e flash mobs, iluminação de monumentos históricos e pontos turísticos com a cor azul, movimentos em Estádios de Futebol e autódromos, homenagem aos homens que se destacaram durante o ano de 2013. “Depois desta Campanha de alerta, a saúde do homem deve tomar um novo rumo e o resultado será uma maior atenção por parte deles”, ressalta Tania.

Posts Relacionados

Comentários

Comentários