Blog

Femama terá Audiência Pública para discutir a Portaria 1.253/13

25 de março de 2014 - Por:

26Hoje, 25 de março, a Femama – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama – terá uma Audiência Pública com o Ministério da Saúde (MS), em Brasília (DF). O objetivo do encontro é contestar a Portaria 1.253/13, que restringiu a prioridade da realização da mamografia bilateral de rastreamento pelo SUS à faixa etária de 50 a 69 anos.

“É muito importante que o exame mamográfico de rotina nas duas mamas seja feito a partir dos 40 anos, já que o diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento aumentam as chances de cura da doença”, ressalta o médico oncologista Ricardo Caponero, presidente do Conselho Científico da Femama. “Nosso objetivo será conscientizar o Ministério da Saúde e parlamentares presentes sobre a urgência de rever essa portaria, que é um retrocesso em vista de tudo o que já conquistado pelas mulheres.”

Além da Femama, participarão da Audiência Pública o Conselho Nacional de Secretários de Saúde Municipais (Conasems), a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) e o Ministério da Saúde. A Femama convocou representantes de entidades alinhadas com a causa para participarem como ouvintes com um lenço na cabeça.

A reunião acontecerá hoje, às 14:30, no Plenário 07 do Anexo II da Câmara dos Deputados, pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) em Brasília e ainda terá transmissão ao vivo no site da Câmara dos Deputados.

A Federação também fará a cobertura do debate em seu Twitter, lançando os principais highlights discutidos em tempo real e convida a todos a seguirem o perfil @femama_ e utilizar a hashtag #ContraPortaria1253 para realizar comentários.

No dia 12 de março, o Ministro da Saúde prometeu alterar a Portaria para passar a incluir também mulheres de 40 a 49 anos na prioridade para a realização do exame. Hoje vamos cobrar essa promessa para defender os direitos da mulheres brasileiras.

Fonte: FEMAMA

Posts Relacionados

Comentários

Comentários